pug

PUG – Tudo Sobre Eles

Esta raça de cachorro, conhecida como pug, teve origem na China, embora atualmente seja um cão popular em muitos países, apesar de seu pequeno porte, é considerado um moloso, ou seja, possui um físico musculoso: cabeça grande, curta focinho e uma mandíbula poderosa.

Mas você sabia que ele precisa de cuidados específicos? Nós já vamos explicar nesse post!

O PUG é um cachorro braquiocefálico e devido a essa anatomia ele tem uma predisposição a sofrer vários problemas respiratórios que têm um impacto negativo na saúde.

Aquele famoso ronco desse tipo de cachorro deve ser justamente essa síndrome do cão braquicefálico e tudo isso é causado pela eugénie, a seleção artificial para a criação de raças de cachorros que leva uma padronização então esse crescente exagero dos atributos das raças.

Sobre a Alimentação do PUG

Alimentação do PUG

A dieta de um cachorro deve ser sempre adaptada à idade, peso e nível de atividade física.

Podemos contar com rações balanceadas comercialmente disponíveis ou dietas caseiras. Em ambos os casos é importante apostar em produtos de qualidade e nas doses certas é importante consultar um veterinário e ele ajudará a encontrar a dose correta para o seu pug e os ingredientes a serem utilizados para evitar deficiências nutricionais.

Nós também precisamos deixar bem claro que o pug não pode ser alimentado exageradamente, já que ele gosta muito de comer e isso pode gerar um excesso de peso que pode agravar ainda mais a condição do cão braquicefálico.

Exercícios para o PUG

Exercicios para o PUG

Idealmente, ele precisa de caminhadas curtas e frequentes entre três e quatro vezes por dia, então uma boa maneira de canalizar essa energia é oferecer-lhe tempo para brincar.

Escolha sempre brinquedos adaptados ao tamanho dele e a condição, mas devido ao focinho curto é possível que ele tenha dificuldades respiratórias então se você observar em algum momento que ele tem sintomas que indicam sinais de fadiga e não consegue respirar bem. Este exercício deve ser interrompido.

Também é muito importante ter cuidado com o calor intenso! 

Higiene do PUG

Higiene do PUG

O PUG tem uma pelagem curta e lisa que facilita muito o grooming e permite que ela brilhe sempre, mas não devemos confundir a limpeza com o fato de que ela não precisa de manutenção.

Essa pelagem precisa ser escovada regularmente, de preferência com uma escovinha de borracha passado suavemente e finalizando com uma escova de cerdas duras.

Nas épocas de trocas de pelo ele solta mais pelos e será importante aumentar essa frequência de escovação.

Esse ato não apenas mantém os pêlos saudáveis, mas também ajuda a detectar parasitas e faz com que eles se acostumem com a manipulação.

Aconselhamo-lo a tomar banho apenas quando for realmente necessário e a utilizar produtos específicos adequados para a higiene dos cães.

É importante o banho quando ele ficar muito sujo e estiver cheirando mal, mais importante do que o banho é a secagem, depois disso já que o pug não tolera mudança de temperatura então depois do banho com água morna nós precisamos secar com muito cuidado para evitar que eles se resfriem.

Também é importante dar a devida atenção às dobras da pele do rosto e do corpo ela retém umidade com mais facilidade então precisam de uma secagem mais profunda que impeça o aparecimento de fungos que a proliferação de bactérias.

Essas dobras também podem acumular mais sujeira e por isso nós precisamos  verificá-las e secá-las sempre que necessário secando bem.

As outras partes do corpo que também precisam de mais higiene regular são as orelhas que nós limpamos com produto fisiológico e gaze.

Os dentes que precisam ser lavados com uma escova e pasta de dente específica para cachorros e a higiene da secreção ocular.

Além disso, nós também precisamos cortar as linhas deles de vez em quando quando ele não estiver desgastado naturalmente.

Ir ao veterinário

Ir ao veterinário

A expectativa de vida de um pug está entre 13 e 15 anos embora para alcançar essa longevidade e desfrutar de uma boa qualidade de vida obviamente sejam necessários ótimos cuidados veterinários.

Não estamos falando apenas sobre seguir o programa de vacinação ou disparar a situação regular, mas também para detectar qualquer distúrbio que possa aparecer precocemente.

Visite o especialista a cada seis ou doze meses principalmente no caso de cachorros filhotes ou idosos.

Por terem esse focinho curto o pug tem uma certa predisposição a sofrer alterações do sistema respiratório, ele também é propenso a alergias e doenças de pele como dermatites.

As visitas periódicas ao veterinário são muito importantes para lidar com essa predisposição e agir o quanto antes sobre qualquer suspeita de alteração.

Socialização e afeto

Socialização e afeto

Além de fornecer uma caminha macia, bons cuidados e caminhadas diárias é muito importante reservar um tempo para o nosso melhor amigo todos os dias e simplesmente para dar um carinho e fazê-lo se sentir feliz.

Os cachorros são animais gregários especialmente sociáveis e afetuosos por isso nós precisamos garantir que eles recebam a atenção que merece além disso nós também não podemos nos esquecer que ele também adoram interagir com outros da sua espécie então embora outros cachorros sejam maiores nós não devemos impedi-los de se relacionar desde que sejam socializadas adequadamente.

Conseguiu aprender como cuidar de um pug?  Você conhece algum? Conta pra gente nos comentários.